Artigos recentes

"Duelos da TV" #12- "Os Protegidos" vs. "Inspetor Max"


"Os Protegidos": uma família de fachada e um segredo recheado de magia para esconder. "Inspetor Max": uma serie recheada de mistério e crimes para resolver. Assim se apresentam os "fortes" desta terça.

OS PROTEGIDOS 

O nome é tradução do original espanhol. Sinceramente não gosto. Pelo menos cá em Portugal deveriam ter escolhido um nome que mostra-se mais o conteúdo da serie. 

Gosto dos protagonistas, especialmente do Antonio Garrido, considerou-o um ótimo ator e excelente
apresentador. No conjunto, e pelo seu trabalho, todos formam boa equipa e são um ponto forte d' "Os Protegidos".

A história principal passa pela constituição de uma falsa família com objetivo de manter em segredo os seus poderes. Uma boa sinopse. Ao longo das três temporadas dá-se também importância aos valores da família, o que considero muito bom, pois, além de entreter os mais novos (e mais velhos!), esta produção ensina algo ao público.

"Os Protegidos" é uma das únicas series que não perde a graça por ser traduzida. Com as traduções, perdem-se algumas coisas, mas a esse nível esta serie está muito bem conseguida. Veja o exemplo de "Dance!", que com a tradução perdeu todo o interesse e tornou-se secante.

"Os Protegidos foi originalmente transmitida na SIC o ano passado. O seu regresso aconteceu pouco depois de um ano da primeira emissão. Foi muito cedo para apostar nela outra vez. Deveriam ter planeado o seu regresso apenas para 2016 ou até 2017.

Aos sábados, com emissão às 9h e 10h40, a serie marca resultados muito maus, longe da sua qualidade. Já aos domingos, safa-se a emissão das 10h40. Para mim, e focando-me apenas n' "Os Protegidos", penso que deveria ser transmitido no horário de acesso do "Primeiro Jornal", teria melhores números.

INSPETOR MAX

Concordo com nome. É simples, curto e revela bem o conteúdo da serie.

Admiro o trabalho do Ruy de Carvalho e do Fernando Luís, a personagem principal. No conjunto do
elenco destacam-se Sara Butler, Afonso Maló, Manuela Cassola e, claro, o Max. O ponto negativo no elenco foi a troca de Fátima Belo por Silvia Rizzo. A primeira tinha uma interpretação um pouco melhor da "chefe" que tem um fraquinho pelo inspetor.

Tal como n' "Os Protegidos", "Inspetor Max" tem uma sinopse muito boa e passa também muito os valores da família. Em cada episódio, e para além do crime, temos sempre uma aventura da família Mendes, o que não torna secante a serie e lhe dá uma boa dinâmica.

Depois de 10 anos é incrível como "Inspetor Max" cotinua a liderar as preferências dos portugueses. A sua qualidade e a sua história são os grandes culpados pelo sucesso. 

Como já referi, há 10 anos que esta serie se mantém no ar. As duas temporadas já foram emitidas umas "1000" vezes. Apesar do povo gostar, está na hora da estação mais vista de Portugal fazer uma serie do género e deixar de se sentar à "sombra da bananeira".

Líder às 9h, às 10h, enfim. Parece-me que "Inspetor Max" não arreda pé da liderança. Por vezes a serie chega aos 30% de share. Apesar disso, o desgaste já se começa a notar.

A MINHA PONTUAÇÃO (0-10)
"Os Protegidos"- 8 pontos
"Inspetor Max"- 8 pontos

Por: Marco Filipe

Diário da TV Designed by Templateism.com Copyright © 2014

© Copyright DiáriodaTV . Imagens do modelo de 5ugarless. Tecnologia do Blogger.