Artigos recentes

"Dá que Falar" #4- A última oportunidade de Herman (parte 2)


Depois de já se terem passado algumas semanas desde a estreia do novo programa das tardes da RTP1, o "Há Tarde", onde Herman José e Vanessa Oliveira são os anfitriões, já há margem de manobra para fazer um balanço sobre o programa.

Vanessa Oliveira é a surpresa positiva do formato. Digam o que disserem, ela já é a grande vencedora desta aposta da RTP. Simpática, segura, solta e brincalhona.

Herman José ainda não agarrou a oportunidade que a RTP lhe deu para resnascer das cinzas, depois da passagem de uma nuvem negra que assombrou a sua carreira num passado recente, o rei do humor continua cinzento, com piadas que não têm graça e que poucos percebem. A continuar assim, aproxima-se a morte do artista.

O formato segue o conteúdo do seu antecessor, o "Portugal no Coração", portanto, sem novidade. Esperava-se um formato diferente e mais arrojado.

O Cenário de que tanto se falou e que tanto prometia afinal, desiludiu. Nada de especial, nada de novo.

A continuar assim, dificilmente se levantará do chão, já que, desde a sua estreia, as audiências são um autêntico fracasso.
 

É assim, quando se vai para a batalha já pensando na derrota. Todos os discursos de Herman sobre a estreia do "Há Tarde" foram pouco intusiasmantes, lendo-se nas entrelinhas de que partia para um novo formato com a certeza do fracasso ... e assim é.

Que a grande força de vontade e talento de Vanessa Oliveira seja melhor aproveitado por Hugo Andrade, uma vez que ao lado de Herman José a apresentadora jamais sairá da sombra ensombrada de Herman.

Herman quer ser a estrela que já não é, tentando abafar o brilho da estrela de Vanessa. A última oportunidade para Herman José, é a primeira para a Vanessa Oliveira. Herman, deixa brilhar quem tem o dom de brilhar. O público agradece.


Até à próxima semana! 

Por: Rui Miguel

Diário da TV Designed by Templateism.com Copyright © 2014

© Copyright DiáriodaTV . Imagens do modelo de 5ugarless. Tecnologia do Blogger.