Artigos recentes

"Duelos da TV" #20- "Poderosas" vs. "Santa Bárbara"


Estreada a 30 de setembro de 2014, os "Duelos da TV" prometem surpreende-lo e prende-lo ao ecrã. Qual o melhor programa? É essa pergunta que vê respondida no final de cada edição.


 PODEROSAS

"Poderosas" estreou na estação de Carnaxide a 18 de maio de 2015 e conta a história de três mulheres que se unem e prometem vingança a um homem que lhes arruinou a vida no passado de diferentes formas. Esta novela veio ampliar a oferta da SIC em horário nobre de produtos portugueses, pois o canal tinha até então apenas uma novela portuguesa no período da noite.

"Poderosas" apresenta uma história diferente do habitual, com um guião centrado sobretudo nos protagonistas, pois as outras personagens estão quase todas ligadas a eles diretamente. Aqui os protagonistas tem um grande peso para o desenrolar da novela.

Esta trama afasta-se das histórias habituais, pois não tem como principal tema um amor impossível, mas sim uma história de vingança. "Poderosas" aborda também a crise, a ambição, o amor e a luta pelo poder.

Esta é uma trama diferente, onde os acontecimentos causam grande impacto e envolvem um grande número de personagens, estendendo-se assim por muito tempo e causando, por vezes, o cansaço do telespectador, que vê a trama parada.

No elenco principal temos Rogério Samora, Joana Ribeiro, Soraia Chaves, Maria João Luís e Margarida Marinho. A SIC acertou no núcleo de protagonistas, pois os atores mostram-se claramente à altura do desafio.

Destacar ainda a interpretação de Rui Mendes, Jorge Corrula, Julie Sargeant, Rita Loureiro, Manuel Cavaco e Lia Carvalho, pelo profissionalismo e empenho na construção das suas personagens.

Apesar de pertencer ao núcleo de protagonistas, a personagem de Margarida Marinho mostra-se "vazia", sem conteúdo e com poucos ângulos por explorar. A SIC quis mostrar como Zé Maria (Rogério Samora) engana as mulheres e a personagem da Margarida foi criada apenas para isso, portanto não "aquece nem arrefece" na história. Das duas uma: ou matavam a personagem no inicio ou juntavam-na ao grupo das "poderosas". Agora, a Marina vai morrer mas é um pouco tarde pois nota-se que o público já a rejeitou.

Ainda nas personagens, houve pormenores que os autores deixaram escapar, como a incoerência das idades. Por exemplo: a personagem de Manuel Cavaco tem 62 anos e a de Rui Mendes tem 75, como é isto possível?! São estes pequenos pontos que fazem a diferença e marcam a qualidade do produto.

Com a estreia desta novela a SIC passou a ter, tal como a TVI, duas novelas portuguesas em horário nobre. Apesar da qualidade de "Poderosas", o público preferia produtos brasileiros, pois já estão "servidos" em termos de ficção portuguesa. É verdade que assim teriam mais opção de escolha, mas as audiências ditam que as novelas da TV Globo estavam bem às 23h.

Atualmente, "Poderosas" ocupa a vice-liderança do seu horário, ficando muita vezes no limiar nos 800 espectadores. Os números são negativos e a SIC tem que mudar isso com as apostas futuras. Ainda assim, "Poderosas" demonstra uma enorme qualidade enquanto novela. O seu único "se não" são alguns pequenos pormenores que falharam e acabaram por estragar o produto.

SANTA BÁRBARA

"Santa Bárbara" é a mais recente novela da TVI e estreou dia 28 de setembro de 2015. Conta a história de uma mineira que se apaixona pelo filho do patrão e é alvo dos planos maquiavélicos da dona da mina, que os tenta constantemente separar.

A trama é dividida em duas fases, onde a segunda tem um avanço de cerca de seis anos e mostra uma vila completamente renovada e empreendedora e uma mineira que regressa da Suíça rica e pronta para se vingar da sua antiga patroa. A segunda fase da novela vai ainda trazer novas aquisições, como Sofia Ribeiro e Afonso Pimentel. Pode tornar-se confuso este avanço na história, mas a verdade é que assim a novela vai ganhar mais força. 

"Santa Bárbara" centra a sua história numa vila fictícia e numa mina, que é o principal sustento das famílias que lá habitam. É lá que decorre grande parte da ação e é a vila que dá o nome à novela. Esta é uma trama que marca pela diferença, pois passa-se em cenários cinematográficos.

A novela da TVI, à semelhança de "Poderosas", apresenta acontecimentos que causam grande impacto em muitas personagens e se prolongam por demasiado tempo, ou seja, causam o cansaço de quem está em casa.

"Santa Bárbara" conta várias histórias, onde todas as personagens vão tendo confrontos ao longo da ação. Os temas da novela são, entre outros: o amor impossível, o poder, a ambição, a vingança e a pedofilia, um tema com muitos tabus mas que está muito bem representado aqui.

Benedita Pereira, São José Correia, Filomena Cautela e Tiago Felizardo destacam-se claramente do elenco pela sua excelente interpretação e entrega às personagens. Também Albano Jerónimo, Carlotto Cotta, João Largarto, Luísa Cruz, Manuela Couto, Anna Eremin e Jéssica Athayde se destacam pela forma como construíram os seus papeis.

No entanto, a personagem da grande Manuela Maria ainda não demonstrou a sua importância na novela. A sua Felismina apenas aparece atrás do balcão a ouvir as conversas dos clientes. Não tem uma história, ainda não teve alterações desde o inicio da trama.

O mesmo se aplica a Carla Vasconcelos e Catarina Gouveia, que só aparecem no trabalho, ou seja, não revelaram grande interesse ou importância para o desenlace da novela. Esta é uma situação que se deve alterar, se não prevê-se a rejeição destas personagens por parte do público. 

"Santa Bárbara" desceu os números deixados por "Jardins Proibidos" mas continua a liderar o horário. A trama tem força para andar e na segunda fase esperemos que ganhe algum "movimento".

PONTUAÇÃO (0-10)
"Poderosas"- 6 PONTOS
"Santa Bárbara"- 8 PONTOS

Por: Marco Filipe

Diário da TV Designed by Templateism.com Copyright © 2014

© Copyright DiáriodaTV . Imagens do modelo de 5ugarless. Tecnologia do Blogger.