Artigos recentes

"Dá que Falar" #29- A RTP do "cof-cof"


Nunca pensei chegar ao último trimestre de 2015 e ver a RTP no estado que a colocaram. O péssimo trabalho de Daniel Deusdado, de Nuno Artur Silva e de Gonçalo Reis está à vista ... A RTP está a andar para trás, regressando ao passado, esquecendo-se do futuro. 

Na passada terça-feira estes 3 "génios" da RTP fizeram o "Open Day RTP" para apresentarem as grandes novidades (não vi nenhuma) do grupo e então é aí que surge o programa de Herman José que de novo nada tem, pois vem aí mais do mesmo, ao protagonizar o Nelo e Idália, duas personagens que já enjoam e que de piada têm zero. 

Depois vem Ana Bola e companhia limitada, isto para não dizer que estão de volta os mesmos de sempre, que por acaso até são grandes amigos de Daniel Deusdado e Nuno Artur Silva, só por acaso... 

Afinal, dizer mal da RTP em público compensa e garante emprego na estação pública... Depois anunciam uma RTP3 que, dizem eles, vem substituir a RTP Informação ... Para quê esta mudança se o conteúdo continua a ser o mesmo, ou melhor, vai ser pior do que aquilo que já estava no ar... enfim! 
A nova "Praça da Alegria" que, pelo meio perdeu a Alegria no nome, tem feito as piores audiências que alguma vez a RTP fez nas manhãs de segunda a sexta-feira. Está provado de que voltar ao passado não faz sentido, muito menos numa televisão pública. 

A birra de Daniel Deusdado deu nisto: perdeu público nas manhãs e perdeu dinheiro na publicidade. Mas deve ser isto que os génios da RTP querem, ou seja, que a RTP cai a pico a todos os níveis. 

Depois vem aí o cinema indiano que custou uns bons euros ... como se isso não bastasse ainda vão pagar as dobragens destes filmes. E que tal apostarem em telefilmes portugueses? Seria melhor empregue o dinheiro dos portugueses, para além de dar emprego aos nossos actores. 

A RTP parou no tempo e está decidida a regressar ao tempo do "Cof-Cof" , perdão, ao tempo que já foi tempo ...que é como quem diz: ao passado. 

NOTA POSITIVA- José Pedro Vasconcelos tem sido a grande revelação da televisão portuguesa. Parece que nasceu para fazer o day-time. Simples, profissional, simpático e acima de tudo próximo do público. - Hélder Silva é dos melhores pivots da televisão portuguesa. Seguro, credível, isento e muito rigoroso. Pena que a RTP não o saiba aproveitar. 

NOTA NEGATIVA- Paulo Dentinho, é o director da RTP que, nos últimos anos, menos audiência consegue para a informação do canal. 

Manuela Moura Guedes já tinha pouca credibilidade enquanto jornalista, então agora que tem usado a sua página de Facebook para fazer campanha eleitoral e defender o PSD e o CDS/PP, perde a credibilidade que ainda lhe restava. Como é que uma jornalista, com carteira, vai para as redes sociais fazer este tipo de comentário? No mínimo, daria a cessação da carteira profissional de jornalista. Ser Jornalista exige isenção, rigor e credibilidade, coisa que Manuela Moura Guedes nunca teve. Talvez isto explica a sua caminhada enquanto jornalista na perseguição do PS. Muito mau para ser verdade, para além de ser uma vergonha para a classe jornalística.

Por: Rui Miguel

Diário da TV Designed by Templateism.com Copyright © 2014

© Copyright DiáriodaTV . Imagens do modelo de 5ugarless. Tecnologia do Blogger.