Artigos recentes

"Segunda Opinião" #28- Iva Domingues: um talento desperdiçado?


Chegou à televisão nacional em 2000, estreando-se ao lado de Carlos Ribeiro na condução de "Cocktail Nacional". Na altura, usava o nome Iva Pamela e iniciava o seu percurso na apresentação de programas na TVI. Quinze anos depois, a apresentadora, agora conhecida como Iva Domingues, ganhou o seu espaço na antena da estação e é uma das caras mais acarinhadas pelo público português. Apesar de ter vários formatos no currículo, fica a sensação de que Iva é atualmente um talento desperdiçado na TVI.

Recuemos alguns anos... Depois do programa apresentado ao lado Carlos Ribeiro, seguiu-se o concurso "Quem Quer Ganha", um concurso interativo, pioneiro em Portugal e que era emitido de segunda a sexta, à tarde, no canal de Queluz. Iva Domingues e Leonor Poeiras foram as principais caras deste call tv e foi com o "Quem Quer Ganha" que Iva se tornou definitivamente (re)conhecida pelo seu trabalho em televisão.

Em 2007 apresentou um dos maiores desafios da sua carreira. Ao contrário do que era habitual até então, a TVI decidiu apostar numa cara diferente para apresentar um reality-show. Teresa Guilherme e Júlia Pinheiro, as 'rainhas' deste género de formatos, cederam o seu lugar a Iva Domingues, que conduziu o programa "A Bela e o Mestre", ao lado de José Pedro Vasconcelos. O formato passou um pouco despercebido e Iva nunca mais teve oportunidade de apresentar um grande programa em horário nobre.

Desde então, passaram oito anos e, desde então, o percurso de Iva tem sido pautado por formatos de menor importância. Apresentou a segunda temporada do programa "Depois da Vida", ao final de noite de sexta-feira e deu a cara pelos Extras da "Casa dos Segredos" e do "Big Brother Vip" (também ao final da noite). Esporadicamente, substitui Fátima Lopes no formato "A Tarde é Sua" e atualmente é uma das caras do "Somos Portugal" nas tardes de domingo.

No + TVI, Iva Domingues apresentou ao lado de outras caras conhecidas o formato "Suite Nº7". Um programa diferente do habitual, mas que teve pouca visibilidade e duração.

Uma cara jovem, talentosa e acarinhada por todos merecia mais, muito mais. Basta analisarmos o registo de Iva nas tardes de segunda a sexta, quando substitui Fátima Lopes. A apresentadora consegue trazer ao programa um ambiente leve e divertido, mostrando a sua capacidade de comunicação e o carinho que o público sente por ela. Iva está atualmente ligada a um projeto online chamado "Maria Capaz", que mostra bem a visão inovadora.

"Somos Portugal" continua a ser um "enche chouriços" (literalmente!) nas tardes de domingo. É o "vira o disco e toca o mesmo" e os apresentadores pouco mais podem fazer para trazer algum interesse ao formato. Enquanto não recebe outras apostas, Iva Domingues segue "pela sombra".

Para quando o regresso de Iva Domingues ao horário nobre com um grande projeto? Para quando a aposta da TVI em apresentadores que têm talento, mas que simplesmente são renegados? Por vezes, até mesmo as caras com provas dadas na apresentação acabam por ter menos sucesso junto do público e isso deve-se às poucas oportunidades que lhe dão. É o caso de várias caras da estação, nomeadamente o de Iva Domingues.

 * Não se esqueça de votar na sondagem para decidir o tema da próxima semana.

Por: Fantastic TV
Uma rubrica com a parceria do "Fantastic Televisão"


Diário da TV Designed by Templateism.com Copyright © 2014

© Copyright DiáriodaTV . Imagens do modelo de 5ugarless. Tecnologia do Blogger.