Artigos recentes

"Duelos da TV" #15- "Mar Salgado" vs. "A Única Mulher"


Nesta segunda temporada, os "Duelos da TV" prometem surpreende-lo e prende-lo ao ecrã. Qual o melhor programa? É essa pergunta que vê respondida no final de cada edição.

MAR SALGADO









Escrita por Inês Gomes, "Mar Salgado" estreou na SIC a 15 de setembro de 2014. A novela conta a história de uma mãe que procura pelos filhos que lhe foram tirados quando ainda eram bebés.

Esta novela veio continuar o "trabalho" da sua antecessora, "Sol de Inverno", que apesar de ter sido ultrapassada pela TVI, foi muitos meses líder.

A trama assume uma narrativa muito bem escrita, onde todas as cenas contribuem para o avanço da história e tornam-se interessantes de ver.

"Mar Salgado" mostra-se uma novela de qualidade por tratar temas delicados e ainda considerados tabu. A gravidez na adolescência, a diabetes, a crise e a violência doméstica e psicológica são os temas a destacar nesta produção.

O tema principal de "Mar Salgado" já foi visto muitas vezes e, à partida, poderia não cair no interesse do espectador mas a autora conseguiu tornar-lo único, e só por isso merece os parabéns. 

Apesar disso, os 325 episódios previstos para a novela são demasiados e, tal como aconteceu às suas antecessoras, arriscasse a perder público e sair pela "porta dos fundos".

Quando uma produção se estende aos 200 episódios, o público começa a cansar-se e tudo o que acontece já não traz novidades. É por isso que as novelas mais curtas dão, por norma, melhor resultado.

A novela conta com Margarida Vila-Nova, Ricardo Pereira, Joana Santos e José Fidalgo no elenco principal. Excelentes escolhas! Todos são atores muito esforçados, que trabalham muito e isso notasse nas suas interpretações.

Do restantes, destaca-se o Marco Costa, pela veracidade que dá ao seu agressor; a Sandra Barata Belo e a Raquel Oliveira, por mostrarem tão bem como se sente alguém ao ser agredido, quer seja física ou psicologicamente.

Realçar ainda a Débora Monteiro, o Tiago Pereira, a Inês Castel-Branco e o Gonçalo Diniz, pelas gargalhadas que fazem o telespectador dar.

Ao fim destes sete meses, vemos "Mar Salgado" a liderar de segunda a sábado a faixa das 21h45. Apesar disso, no último mês viu "A Única Mulher" aproximar-se perigosamente. Ainda assim, é sem dúvida uma novela com muita força.

A ÚNICA MULHER










"A Única Mulher" estreou no dia 15 de março de 2015 e é escrita por Maria João Mira. A novela conta a história de amor impossível entre um branco e uma negra.

A trama chegou à TVI para substituir os diários da "Luta pelo Poder", que por muitas vezes ficava no limiar do milhão de espectadores. Desde cedo que a novela elevou muito esses números e mostrou-se num produto forte.

Nesta novela, os diálogos entre as personagens são sempre muito intensos, recheados de suspense mas também de alguma confusão. Por vezes, o espectador não consegue acompanhar o que se passa pela falta de claridade sobre o que se está a falar.

"A Única Mulher" é uma novela que retrata um tema que muitos pensavam já não existir em pleno século XXI o racismo.

Para além destes, a trama mostra-nos o desemprego, a emigração, a chegada à reforma e a luta para se sentir útil, a vingança, a luta pela riqueza e poder e, claro, o amor impossível. 

Todos os investimentos que a TVI fez na novela parecem ter sido bem aplicados. "A Única Mulher" veio mudar mentalidades e mostrar que o racismo existente pelas pessoas negras não faz qualquer sentido mas acontece com mais frequência do que pensamos.

A personagem Pilar (Alexandra Lencastre) tem sido muito criticada pelos espectadores porque «mostra ódios antigos» e «racismos exagerados», mas a verdade é a sua interpretação tem sido excelente. A sua personagem, apesar do carácter racista e mau, é uma das mais engraçadas da trama pelas frases que utiliza.

Também realçar o trabalho do Lourenço Ortigão; da estreante Ana Sofia Martins, que se tem saído muito bem; do José Wallenstein; da Kelly Bailey; da Maria Leite; da Sara Prata; da Leonor Seixas e dos pequenos Bruno Semedo e Maria Arrais.

Apesar de algumas personagens nos fazerem por vezes rir, falta em "A Única Mulher" um elenco cómico. Faltam personagens que se afastem dos dramas e que simplesmente nos façam descontrair com as suas histórias engraçadas.

"A Única Mulher" chegou à TVI e em menos de um mês "mexeu" com a SIC. Isso é muito bom e por isso o desempenho da novela tem sido excelente.

PONTUAÇÃO (0-10)
- "Mar Salgado"- 5 PONTOS
- "A Única Mulher"- 5 PONTOS

Por: Vitória Margarida

Diário da TV Designed by Templateism.com Copyright © 2014

© Copyright DiáriodaTV . Imagens do modelo de 5ugarless. Tecnologia do Blogger.