Artigos recentes

"Duelos da TV" #14 (estreia 2º temporada)- "Agora Nós" vs. "Queridas Manhãs"


Nesta segunda temporada, os "Duelos da TV" prometem surpreende-lo e prende-lo ao ecrã. Qual o melhor programa? É essa pergunta que vê respondida no final de cada edição.

AGORA NÓS








Estreado a 22 de setembro de 2014, "Agora Nós" é um programa que prima pela diferença. O formato de Tânia Ribas de Oliveira e José Pedro Vasconcelos veio substituir a "Praça da Alegria" e atualmente consegue números muito melhores, vice-liderando algumas vezes o horário.

"Agora Nós" é um programa descontraído, onde todos os temas tem direito de antena. Apesar disso, são as histórias dos espectadores que mais peso tem neste formato e é isso que o torna especial.

Tânia Ribas e Zé Pedro estrearam-se ao lado um do outro e desde o primeiro programa que a cumplicidade entre ambos é notória. Zé Pedro foi a grande revelação da dupla, pois mostrou estar à altura do novo desafio e revelou-se num grande profissional. Já Tânia, continuou a ser o mesmo que sempre foi: uma das melhores na sua área.

"Agora Nós" transmite força e alegria. Quem entra no estúdio para contar a sua história, por mais trágica que seja, sai de lá com um sorriso na cara, pelo apoio que recebe dos espectadores e dos apresentadores.

Este formato tem várias rubricas de saúde, bem-estar e cozinha. Destaca-de o "Médico de Família", com o Doutor João Ramos, onde se dá a conhecer melhor as várias doenças que nos afetam e são dados concelhos de bem-estar.

Apesar de ser um formato bastante diferente do que as privadas oferecem, o "Agora Nós" tem o já conhecido "760". Aqueles três minutos de apelos que os apresentadores fazem várias vezes ao longo do formato são deveras "chatos". 

O "Canta o Galo", o passatempo do "Agora Nós", não deveria ser retirado, pois é sempre bom premiar os espectadores. Os apelos ao "760" é que deveriam ser menos longos. É nestes pormenores que a RTP marca pontos e deveria ser diferente.

Ao longo destes quase sete meses de "Agora Nós", o balanço é bastante positivo. As audiências são muito agradáveis e formato em sí também. A RTP acertou nas manhãs e o público já mostrou que gosta do formato da Tânia e do Zé Pedro.

QUERIDAS MANHÃS









"Queridas Manhãs" estreou a 3 de fevereiro de 2014 pelas mãos da veterana Júlia Pinheiro e do "recém-contratado" João Paulo Rodrigues. O matutino da SIC traz a estúdio diversos temas da sociedade, dá espaço aos famosos e a várias rubricas.

O "Queridas Manhãs" é um programa alegre, que passa energia ao público e faz o mesmo esquecer-se por uns minutos os seus problemas. 

O João Paulo Rodrigues é um grande profissional, está ainda em evolução mas terá decerto um grande futuro na área. A Júlia já é conhecida pelo público há bastante tempo e mostra-se numa profissional excepcional. Apesar disso, a dupla não funciona a 100%.

Formar uma dupla implica conhecer o outro, interagir, aceitar as brincadeiras e saber respeitar o espaço do seu parceiro, para não haver um apresentador e um figurante.

É isso que acontece no "Queridas Manhãs". A Júlia sempre teve mais relevância no formato e o espectador não gosta disso, mas sim de uma dupla "homogénea". Além disso, ninguém gosta de ouvir os gritos da Júlia e do João às 10h da manhã!

O "Queridas Manhãs" é um programa que dá relevância às histórias do espectador. Lá, são ouvidos os depoimentos de pessoas que já passaram por muito e que não tem vergonha de dar a cara. São histórias que gostamos de ouvir mas estão em demasia neste formato. Deveriam, por vezes, ser abordados temas mais leves.

A rubrica do Claúdio Ramos, o "Jornal Rosa", é decerto um dos pontos altos do formato. O apresentador traz sempre histórias divertidas a estúdio e conta os "mexericos" dos famosos.

Já a "Crónica Criminal", do Hernani Carvalho, também é sinonimo de qualidade e é muitas vezes responsável pela liderança do "Queridas Manhãs" na faixa das 12h.

Apesar disso, a SIC deveria ter arranjado outra estratégia para a "Crónica Criminal", e não pô-la no ar ao mesmo tempo que o "Você na TV!", do canal de Queluz de Baixo.

Passado um ano desde a estreia, o balanço do "Queridas Manhãs" assume-se muito satisfatório. No inicio, o formato "mexia" com a TVI mas, e depois da estreia do "Agora Nós", perdeu alguma força. Contudo, continua com números superiores ao "Querida Júlia", o seu antecessor.

PONTUAÇÃO (0-10)
- "Agora Nós": 6 pontos
- "Queridas Manhãs": 4 pontos

Por: Vitória Margarida

Diário da TV Designed by Templateism.com Copyright © 2014

© Copyright DiáriodaTV . Imagens do modelo de 5ugarless. Tecnologia do Blogger.