Artigos recentes

"Dá que Falar" #17- O pedido quase (im)possível de Júlio Isidro


Foi no programa "Agora Nós", da RTP1, que Júlio Isidro comemorou parte do dia em que completou 70 anos de idade. Na emissão desse dia, fez 2 pedidos em directo: 1º. que pudesse ter um programa na antena da RTP1 e 2º. que tivesse direito a um lugar no parque de estancionamento da RTP.

Atualmente na RTP Memória, Júlio Isidro apresenta o programa "Inesquecível" que, segundo sei, é o programa mais visto do canal.

Curiosidade das curiosidades, ao ver a programação da última semana da RTP1, vejo que, através do seu director de programas Hugo Andrade RTP, a estação pública já atendeu a um dos dois pedidos do Júlio: vai ter um programa na RTP1.

E qual é o nome desse programa? Pois bem, o programa chama-se "Inesquecível" e vai ser repetido de segunda a sexta-feira nas madrugadas do canal 1.

Se vergonha houvesse na cara de quem manda na programação da RTP1, esta atitude jamais teria acontecido.

Olho para esta decisão do Hugo Andrade e pergunto: Será isto gozo? Será que é esta a maneira de agradecer a quem sempre deu tanto à RTP? O que pensará o Júlio Isdro desta situação?

Se isto não é gozar com a cara do homem que há mais tempo faz televisão em Portugal então, sinceramente, deixei de perceber o mundo.

Na passada sexta-feira Tânia Ribas de Oliveira e José Pedro Vasconcelos conseguiram satisfazer, através do "Agora Nós", um dos pedidos de Júlio Isidro no dia do seu aniversário. Ao fim de tantos anos, eles conseguiram um lugar exclusivo para o Tio Julião, que agora é o número 282 na garagem da RTP. Demorou uma quase uma vida, mas fez-se justiça.

Júlio Isidro é um profissional como já há muitos poucos na nossa televissão. O que é que Júlio Isidro não seria capaz de apresentar? Bem, nada! Júlio Isidro tem uma grande bagagem para estar à frente de qualquer programa, de qualquer formato televisivo. Não é à toa que os realizadores dizem que ter o Júlio à frente de um programa em direto é um descanso total, porque ele cumpre os timings todos, sem o risco de se ter de cortar abruptamente a emissão.

Foi também na passada sexta-feira, dia 16 de janeiro, que Hugo Andrade - director programas da RTP1 - decidiu fazer emissões especiais dos programas da manhã e da tarde.

O "Agora Nós" e o "Há Tarde" receberam o homem que há mais tempo faz televisão em Portugal e que comemora 55 nos de carreira. O resultado destas emissões? Bem, o resultado foi boas audiências como nunca antes tinham feito estes dois programas da estação pública.

Esta é a prova viva de que as pessoas gostam do Júlio Isidro , têm saudades dele e querem-no ver na televisão.

À noite, a RTP1 exibiu um documentário em jeito de homenagem, em torno de Júlio Isidro, feito em 2013... Sim, 2013!

Sinceramente, Júlio Isidro merecia mais do que aquilo que Hugo Andrade se lembrou de fazer para, de alguma forma, tentar tapar a boca dos mais críticos.

As homenagens devem ser feitas enquanto as pessoas estão vivas, pelo menos é desta forma que eu penso e é esta atitude que eu defendo.

Pessoas como o Júlio já há muito poucas na nossa televisão... E as que "nasceram" nesta nova geração de apresentadores não sabem, nem metade daquilo que o Júlio sabe, nem sabem portarem-se às frentes das câmaras.

Espero um dia que os senhores doutores que estão nas direções dos canais se lembrem de chamar os mais velhos, os mais profissionais para dar formação as mais novos que tantas vezes infringem as regras de como apresentar um programa.

Ao Júlio, um muito obrigado. Ao Júlio, muitos parabéns pelos 70 anos de idade e os 55 de carreira. Ao Júlio, que Hugo Andrade seja justo e o coloque no ar, no ecrã da RTP1.

Por: Rui Miguel

Diário da TV Designed by Templateism.com Copyright © 2014

© Copyright DiáriodaTV . Imagens do modelo de 5ugarless. Tecnologia do Blogger.