Artigos recentes

"Duelos da TV" #11- "Império" vs. "Jardins Proibidos"


"Império", uma novela cheia de mistério, emoção e amor. "Jardins Proibidos" a trama que promete mexer novamente com a vida dos protagonistas. É assim que os "fortes" desta semana se apresentam.

IMPÉRIO

O nome causa alguma curiosidade e está bem relacionado com a história principal da novela. Já o
logotipo, sinceramente não gosto muito. Um prateado (a representar os diamantes) e/ou um dourado (a representar o "ouro", a riqueza) seria a melhor opção. Também o tipo de letra não é o melhor.

"Império" tem um elenco muito bom. Destaco Lília Cabral, Alexandre Nero, Drica Morais (que irá ser substituida por Marjorie Estiano), Paulo Rocha e Marina Ruy Barbosa.

Também a história principal é muito boa. Da pobreza à riqueza, José Alfredo tornou-se milionário e dono de uma joalheria graças a um diamante.

Apesar de gostar da história, acho-a um bocado confusa. Os espectadores esforçaram-se mas não conseguiram encaixar a história. É pena, porque é uma novela muito boa. Mais um bom trabalho do Aguinaldo Silva.

Ao fim de quase dois meses, é possível concluir que "Império" não está num bom caminho. Apesar de perder grande parte dos dias para a TVI, está abaixo do milhão, com valores inferiores às suas antecessoras, nomeadamente "Amor à Vida". Mas enfim, no "mundo" das audiências tudo pode acontecer...

JARDINS PROIBIDOS

Sem passar por novidade, o nome "Jardins Proibidos" ressurge mais uma vez da "arca" dos sucessos
do canal 4. O nome é bom e já trás do passado uma grande marca (ainda bem que não o mudaram nesta nova versão). O logotipo, apesar de ser a "modernização" do antigo, poderia ser melhor. Não gosto do tipo de letra.

Admiro muito o trabalho da Vera Kolodzig e Pedro Granger, conseguiram fazer com que os espectadores se apaixonassem pelas suas personagens novamente. O casal Alfonso (Vitor Silva Norte) e Mónica (Filipa Maia) também são muito queridos do público. Parecem a Teresa e o Vasco da versão de 2000, só que mais "modernos".

aqui disse o que achava da história principal. Acho que o objetivo é "só" mexer com o destino das personagens principais. Falta aqui algo que faça o espectador ver a novela, uma sinopse.

Por exemplo, o Eduardo (Diogo Amaral) e Helena (Maya Booth) deveriam ter mais destaque na trama. Ambos mexem com os protagonistas. A "dita" sinopse poderia vir dai. Algo do género: "Uma história de amor do passado abalada pelo presente".

Desde que a TVI declarou mudanças em "Jardins Proibidos", que tenho reparado que a novela está bem melhor. As personagens já começam a fazer sentido. O elenco jovem vai ser reduzido (e ainda bem). Para mim, só ficava a Mónica, o Alfonso, a Carol (Anna Eremin), a Clarinha (Leonor Cabrita), o Rui (João Bonneville), o Tomás (Fernando Pires) e a Gabi (Beatriz Frazão). Todos os outros são "desnecessários".

As audiências vieram do "muito bom" ao "mau". Agora, já com algumas alterações, a novela tem vindo a subir e consegue, por vezes, chegar ao milhão de espectadores. Se continuar assim está num bom caminho.

A MINHA PONTUAÇÃO (0-10)
"Império"- 7 pontos
"Jardins Proibidos"- 8 pontos

Por: Marco Filipe

Diário da TV Designed by Templateism.com Copyright © 2014

© Copyright DiáriodaTV . Imagens do modelo de 5ugarless. Tecnologia do Blogger.